Apostas e Futebol, dois assuntos cada vez mais conectados no Brasil

As apostas desportivas online no Brasil tem cada vez mais adeptos e é um assunto que muitos tem dúvidas e curiosidades.

O ano de 2021 deve ser marcado por avanços na discussão das apostas online porque a regulamentação é importante para o país e também porque cada vez mais pessoas estão em busca dos seu jackpot, ou seja, a prática se populariza cada dia mais. A nível global o interesse no país também é muito relevante, até porque o Brasil é visto como o maior mercado da América Latina.

 

Essa importância está vinculada diretamente ao fato de que o país é considerado o país do futebol e as apostas nesse esporte cresceram muito em outros países, o que leva a crer que no Brasil o crescimento seria ainda maior. Segundo pesquisas recentes cerca de 65% dos brasileiro assistem esportes semanalmente e esse é um ótimo termômetro para esse segmento.

A legislação brasileira


Uma nova legislação em vigor desde o ano de 2018 que passou a ser aplicada em 2019 permitiu as apostas esportivas online com a condição de que sejam em quota fixa, isso quer dizer que as apostas somente podem ser feitas se você souber exatamente qual o valor do prêmio que pode chegar a receber.

 

Mas ainda falta regulamentação, segundo muitos especialistas no tema a legislação nova não modificou muitos aspectos no que diz respeito às apostas, mas reconhecem que abriu as portas para essa modalidade de apostas online que vem sendo amplamente utilizada tanto pelas empresas quanto pelas pessoas que buscam esse tipo de entretenimento. 

Os avanços seguem


O Banco Nacional do Desenvolvimento – BNDES recentemente abriu uma espécie de edital para coletar informações e quase 40 empresas se dispuseram a ajudar na estruturação do projeto de regulamentação. Como a ideia é que as apostas sejam um serviço público operado por empresas privadas o próximo passo seria compilar e verificar essas informações para estar um passo mais perto da regulamentação.

 

E mesmo que o processo possa parecer esta somente começando, foi muito comemorado, porque se é verdade que não se sabe o que esperar em relação a quais serão os critérios que serão adotados pelo governo brasileiro, projeções dão conta de que a arrecadação do país pode ser superior a um bilhão de reais por ano e que a faturação do setor pode chegar a dois bilhões e meio de reais nos próximos anos depois da regulamentação.

 

O interesse está estabelecido de todos os lados, até porque na atualidade o que acontece é que as empresas que recebem as apostas são offshores que estão fora do país, ainda mais porque o país tem cerca de um milhão de usuários potencial e o número é bastante expressivo.

 

Alguns dos grandes empresários do ramo já deram declarações de que o melhor é terminar logo a regulamentação e que isso fortaleceria os laços das empresas com os jogadores. Com isso, pretendem seguir melhorando a experiência dos jogadores, aumentar os investimentos em segurança e seguir à risca a legislação, tornando a diversão ainda mais efetiva e especial.   

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Ative nossas Notificações    CLARO QUE SIM!! :(